(31) 4063-9493 | 3146-9493     comercial@analyticsbrasil.com.br

Atualizações dos Limites de Metais na ACGIH

Por:Analytics Brasil
Análises Químicas | Higiene Ocupacional

25

jun 2019

Você ficou sabendo das atualizações referentes aos Limites de Metais na ACGIH? Em relação às substâncias químicas este é um ponto primordial que você higienista ocupacional deve ficar atento.

Acompanhe este artigo e saiba mais!

Não se esqueça de curtir a nossa FanPage e ficar por dentro de todas as dicas e novidades!

O que é a ACGIH?

ACGIH é a sigla da American Conference of Governmental Industrial Hygienists ou Conferência Americana de Higienistas Industriais Governamentais. Entre os seus principais objetivos está promover a proteção de trabalhadores expostos a fatores de riscos ambientais. Suas publicações são referências mundiais na análise de riscos físicos, químicos e biológicos.

A ACGIH, entre outros trabalhos, estuda e estabelece os limites de exposição ocupacional para substâncias químicas, agentes físicos e índices de exposição biológicos adotados internacionalmente. 

Quer saber mais sobre a importância de saber ler e interpretar a ACGIH?  Clique aqui e saiba mais!  

Atualizações em 2019

A ACGIH é reconhecida no mundo inteiro como autoridade em Higiene Ocupacional, e suas publicações servem como base para a criação e atualização de normas de trabalho já existentes em todo o mundo, principalmente na área da indústria. Veja o que mudou na atualização da ACGIH deste ano 2019: 

  1. O limite do cobalto agora é para fração inalável. A forma de coleta deste agente também mudou.

Antes, para a coleta do cobalto, era utilizado um cassete de 37mm com filtro de éster celulose. Agora, é obrigatório o uso de IOM ou outro amostrador aplicável para a fração inalável. 

  1. Na nova atualização da ACGIH, tivemos a redução em 10x do limite de fluoreto. Este será um grande desafio para os higienistas e também para os laboratórios de análises químicas. A coleta deverá ocorrer por um tempo maior, para maior sensibilidade da coleta dos agentes e para um resultado abaixo do nível de ação.
  2. O Metil vinil cetona possui agora um limite do tipo teto. 
  3. Monometil formamida passa a ter um limite na atualização de 2019 da ACGIH. 
  4. Éter etílico do monopropilenoglicol também passa a ter limite TWA. 
  5. O estanho inorgânico também mudou. Agora ele passa a ser coletado na fração inalável ao invés da fração total. 

 

A Analytics Brasil além de realizar análises químicas para higiene ocupacional, atentando aos melhores métodos de amostragem de acordo com as necessidades de sua empresa, orientando quanto ao melhor tipo de amostragem, também realiza serviços de assessoria e consultoria em higiene ocupacional, além de oferecer palestras de cunho educativo sobre higiene ocupacional. Contate-nos e saiba mais!

 

Confira o vídeo completo, disponível no Youtube: Atualizações dos Limites de Metais na ACGIH

 

 


Compartilhe:

Av. dos Andradas 3323 - Sala 504, Santa Tereza - BH/MG

(31) 4063-9493 | 3146-9493

comercial@analyticsbrasil.com.br