(31) 4063-9493 | 3146-9493     comercial@analyticsbrasil.com.br

    • (31) 99725-4404

Como fazer um correto reconhecimento de tintas?

Por:Analytics Brasil
Análises Químicas | Analytics Brasil

26

jan 2020

Veja neste artigo quais são os materiais de recobrimento, e quais os agentes químicos envolvidos neste processo. Cabe ao Higienista Ocupacional reconhecer a composição desses produtos e o ambiente em que eles estão sendo administrados.

Ao realizar o reconhecimento de riscos em um processo de pintura, que envolve o uso de tintas, vernizes e solventes, é comum as pessoas solicitarem uma avaliação de varredura de tinta. Será  que é a melhor solução?

Acompanhe o nosso artigo, está imperdível!

Não se esqueça de curtir a nossa FanPage e ficar por dentro de todas as dicas e novidades!

Todas as terças-feiras às 19h temos nossas lives sobre o que há de mais novo e mais moderno em Higiene Ocupacional. Um conteúdo técnico e direcionado da área. Toda semana um assunto novo e convidados especiais. Aproveite e se inscreva para a nossa live da próxima semana, clique aqui e garanta a sua vaga!

O que são tintas?

A tinta é um material de recobrimento, aplicada sobre superfícies para originar algum tipo de propriedade, seja de proteção, anticorrosão, ou até mesmo no quesito estética. A tinta é um material de cobertura que quando aplicado forma um pequeno filme sobre uma superfície, conferindo uma propriedade.

Composição das Tintas

De forma geral, as tintas mais comuns são utilizadas em construção civil e servem para dar beleza e propriedades. São formadas por 4 bases:

 

  • Aglutinantes, porções não volátil da tinta que fixam o pigmento do material; 
  • Solventes, sua função é dissolver os aglutinantes e promover uma consistência adequada para a aplicação;
  • Aditivos, que facilitam a formação da tinta que melhorando as propriedades gerais;
  • Pigmentos, que vão dar cor e a opacidade para a tinta. 

 

A função dos solventes também é evaporar. Após a aplicação, ele tem a função tanto de ser um meio que vai conferir as propriedades de fluidez dessa tinta,  como também, ao evaporar, pode agir como um agente de cura ou catalisador, promovendo algum tipo de reação química para fixação da tinta. 

Parte do percentual da tinta é composta por aglutinantes, em termos de exposições, eles são responsáveis pela grande evaporação dos solventes que estão ali. É preciso entender o meio para saber como ocorrem essas exposições. Dependendo das aplicações pode ser que quando estiver aplicando esse material, você se preocupe só com os solventes e isso está errado, muitas das vezes tem outros agentes que a exposição é significativa também.

A varredura de solventes é suficiente?

Tudo vai depender do tipo de aplicação e também de como é utilizado o produto.Para fazer um bom trabalho de Higiene Ocupacional é preciso conhecer os processos, não há uma “receita de bolo” e não é só sair solicitando alguns tipos de análises.

Se o seu objetivo é agregar valor e entregar mais, realmente fazer diferença e ser reconhecido por isso, você terá de enfrentar um trabalho a mais. Nós higienistas ocupacionais somos cientistas,  precisamos ir a campo reconhecer a exposição, e a partir daí tomar uma decisão. 

Nos Estados Unidos, eu  Leandro Magalhães, participei de um projeto de reforma de uma escola que foi construída no século passado. Estávamos em um processo de demolição, e a nossa função era a de ajudar a reconhecer os riscos. Havia muito asbestos presentes ali naquele ambiente, mas outro ponto que era um ponto gravíssimo, era a presença de chumbo na tinta –  um material muito comum de ter. 

Podemos pensar que é uma construção antiga e pode ser que naquela época foi utilizada uma tinta com algum pigmento ou metal que pode causar algum dano. Caso não saiba, a  maioria dos pigmentos que dão cor às tinta são metais, e pode sim ter exposição a metais durante o uso dessas tintas, dependendo do processo. Para fazer a avaliação a tinta era descascada e enviada para o laboratório para avaliar a presença de metais.

Os Modos de Aplicação e os Riscos Associados

Os tipos de pinturas podem ser divididos em spray e com rolo. 

No caso da pintura em spray, existem uma série de pigmentos presentes nas tintas, por isso deve haver uma maior preocupação em relação aos minerais que são incorporados ao ar, além dos solventes.

No caso de uma pintura a rolo, as cargas minerais tem menor relevância, tendo em vista que no processo de pintura com rolo não são liberadas partículas que podem ser incorporados ao ar.  Nesse caso, a preocupação principal está relacionada aos solventes.

Se é feita uma pintura por aspersão e utiliza-se uma ferramenta que pode gerar pequenas névoas – gotículas dispersas no ar, já se tem uma exposição de todos os produtos que estão presentes na tinta. O trabalhador pode inalar essa gotícula completa, e não só os solventes. 

Tintas à base de água x Tintas à base de solvente

Quando estamos falando das tintas à base d’água, os solventes que são utilizados são solventes oxigenados, solventes que são miscíveis com a água. Neste caso, a água é o principal meio de dispersão principal dessa tinta. Se precisar diluí-la, será utilizada a água. Mas dependendo da forma de aplicação, também terá exposição a esses agentes O que muda é o solvente, mas é preciso estudar a sua composição, toxicidade e ponto de uso. 

As tintas à base de água têm em torno de 15% de sua composição formada por solventes orgânicos em geral, enquanto às tintas à base de óleo têm em torno de 75% da composição em solventes orgânicos.

As tintas à base de água têm como principal solvente a água, mas isso não quer dizer que não haja solventes que oferecem riscos. Os solventes mais comuns encontrados na composição de tintas à base de água são os oxigenados, como álcoois, cetonas e glicóis. 

Ficou com alguma dúvida? Deixe o seu comentário!

A Analytics Brasil além de realizar análises químicas para higiene ocupacional, atentando aos melhores métodos de amostragem de acordo com as necessidades de sua empresa, orientando quanto ao melhor tipo de amostragem, também realiza serviços de assessoria e consultoria em higiene ocupacional, além de oferecer palestras de cunho educativo sobre higiene ocupacional. Contate-nos e saiba mais!

 


Compartilhe:

Av. Bernardo Monteiro, 971 - 10 andar, Funcionários - Belo Horizonte /MG

(31) 4063-9493 | 3146-9493

(31) 99725-4404

comercial@analyticsbrasil.com.br