(31) 4063-9493 | 3146-9493     comercial@analyticsbrasil.com.br

    • (31) 99725-4404

Nomenclatura de substâncias químicas e seus sinônimos

Por:Analytics Brasil
Análises Químicas | Analytics Brasil

19

ago 2019

A Nomenclatura de Substâncias Químicas é um tema muito importante para a Higiene Ocupacional e que ainda gera muitas dúvidas para os profissionais da área. Muitas vezes, para aqueles profissionais que exercem uma área diferente da de química ou engenharia química, este pode ser um fator limitante para as análises químicas. Principalmente, na verificação do anexo 11 da NR 15  ou até mesmo para consulta da ACGIH

Este artigo é para você que quer aprender, de uma vez por todas, a reconhecer e classificar as substâncias químicas e seu sinônimos. Continue acompanhando e saiba mais!

Não se esqueça de curtir a nossa FanPage e ficar por dentro de todas as dicas e novidades!

Todas as terças-feiras às 19h temos nossas lives sobre o que há de mais novo e mais moderno em Higiene Ocupacional. Um conteúdo técnico e direcionado da área. Toda semana um assunto novo e convidados especiais. Aproveite e se inscreva para a nossa live da próxima semana, clique aqui e garanta a sua vaga!

Nomenclatura IUPAC

As substâncias químicas levam nomes comerciais que muitas vezes não facilitam na identificação. Isso porque muitas substâncias químicas presentes no ambiente de trabalho muitas vezes são intituladas de forma diferente dos nomes padrões químicos registrados e regulamentados pela IUPAC (União Internacional de Química Pura e Aplicada)

A IUPAC é uma organização não governamental internacional que se dedica ao avanço de Química, e que auxilia na classificação das nomenclaturas clássicas das substâncias químicas. A nomenclatura IUPAC é considerada a nomenclatura oficial para compostos químicos. Outras formas de nomenclatura dos compostos orgânicos que não seguem as regras da IUPAC são denominadas nomenclaturas usuais.

A Importância da Nomenclatura de Substâncias Químicas

A Nomenclatura de Substâncias Químicas é essencial para um correto reconhecimento de riscos, além de contribuir para a identificação das substâncias e qual limite é aplicado. É a partir da Nomenclatura de Substâncias Químicas que um Higienista Ocupacional consegue fazer um enquadramento correto na ACGIH

Também é através da Nomenclatura de Substâncias Químicas que é possível pesquisar mais informações a respeito da solubilidade e tipo de coleta que deve ser realizada para enquadrar um agente de higiene ocupacional. 

Substâncias Orgânicas e Inorgânicas

As substâncias químicas são divididas em substâncias orgânicas e substâncias inorgânicas. É preciso saber dessas informações para enquadrar o limite e saber identificar o tipo de coleta mais adequado para cada situação.

As substâncias inorgânicas básicas para Higiene Ocupacional são os ácidos, as bases, os sais e os óxidos. Para identificar cada um deles é preciso consultar a nomenclatura.

  • Ácidos

São subdivididos em hidrácidos e oxiácidos.

Hidrácidos: ácidos que não contém o elemento oxigênio em sua estrutura. Ex.: HCl, H2S, HCN.

Oxiácidos: ácidos que contém o elemento oxigênio em sua estrutura. Ex.: H2SO4, HNO3, H2CO3.

Os ácidos mais comuns encontrados na Higiene Ocupacional são: ácido clorídrico, ácido fluorídrico, ácido butírico, ácido sulfúrico, ácido nítrico.

  • Bases ou Hidróxidos

São compostos inorgânicos formados a partir da ligação de um cátion e um grupamento hidroxila (OH-). Ao serem dissolvidos em água, apresentam o pH alcalino devido a alta concentração de íons hidróxidos.

Em geral, as bases são compostos corrosivos e sua utilização requer cuidados. Devido a sua alta capacidade de dissociação em água, seu contato com a pele pode provocar queimaduras. 

  • Sais

Os sais são geralmente obtidos a partir de reações de neutralização entre um ácido e uma base. A reação de neutralização pode ser total ou parcial, porém sempre produzindo um sal e água.

Os sais são terminados em -eto -ato e -ito. 

  • Óxido

Óxidos são compostos binários (possuem dois elementos) onde o oxigênio é o elemento mais eletronegativo.

Óxidos formados por ametais (óxidos moleculares):

Prefixo que indica a quantidade de oxigênios – Mono, di, tri…

Prefixo que indica a quantidade do outro elemento – Di, tri, tetra…

Óxidos formados por metais (óxidos iônicos):

ÓXIDO DE nome do elemento (se necessário + carga do cátion)

Ex.: Na2O – óxido de sódio

Na ACGIH temos um limite para óxido de ferro, proveniente dos processos de solda e um limite para o ferro, que aplica-se a ferro sais solúveis.

No caso das substâncias orgânicas, de modo geral, são aquelas que contêm carbono em sua estrutura. 

A melhor forma para tirar uma dúvida em relação a nomenclatura de um composto químico é verificando o seu número CAS, o registro da substância. Todo número CAS é composto de 3 dígitos: com um sequencial de até 6 números no primeiro dígito; no segundo dois números; e no último, um número. Sempre seguindo esse formato. Se o CAS se distinguir um do outro, quer dizer que são substâncias químicas completamente diferentes. 

A Analytics Brasil além de realizar análises químicas para higiene ocupacional, atentando aos melhores métodos de amostragem de acordo com as necessidades de sua empresa, orientando quanto ao melhor tipo de amostragem, também realiza serviços de assessoria e consultoria em higiene ocupacional, além de oferecer palestras de cunho educativo sobre higiene ocupacional. Contate-nos e saiba mais!

 


Compartilhe:

Av. Bernardo Monteiro, 971 - 10 andar, Funcionários - Belo Horizonte /MG

(31) 4063-9493 | 3146-9493

(31) 99725-4404

comercial@analyticsbrasil.com.br