(31) 4063-9493 | 3146-9493     comercial@analyticsbrasil.com.br

    • (31) 99725-4404

Periodicidade de calibração de equipamentos

Por:Redator Analytics Brasil
Higiene Ocupacional

30

jul 2020

Você já se questionou de quanto em quanto tempo deve calibrar sua bomba de amostragem? É muito comum as pessoas confundirem calibração com aferição de vazão e até mesmo gastar dinheiro com procedimentos desnecessários. 

Acompanhe este artigo!  

Não se esqueça de curtir a nossa FanPage e ficar por dentro de todas as dicas e novidades!    

Todas as terças-feiras às 19h temos nossas  lives sobre o que há de mais novo e mais moderno em Higiene Ocupacional. Um conteúdo técnico e direcionado da área. Toda semana um assunto novo e convidados especiais. Aproveite e se inscreva para a nossa live da próxima semana,  clique aqui e garanta a sua vaga!   

 

Atualmente, existem no mercado empresas que vendem calibração de bombas de amostragem. Entretanto, o que muitas pessoas não sabem é que esse procedimento de enviar o equipamento para calibrar de tempos em tempos é completamente desnecessário. 

Para começarmos a entender isso, é essencial a compreensão sobre o que é uma calibração. Calibrar significa determinar o erro de medição de um instrumento e quando falamos em bomba de amostragem não há nenhuma etapa de medição. Já que a bomba é somente um dispositivo eletromecânico portátil que succiona um volume de ar. Ela não nos traz nenhuma medição de grandezas físco-químicas. Logo não faz sentido calibrar uma bomba. 

Para exemplificar melhor onde esse procedimento é necessário podemos citar a calibração de balanças. Neste caso, a balança é um dispositivo que mede a massa de um material e reporta esse resultado em g, kg, ton, etc. Calibrar diz respeito a utilização de um padrão que possui uma confiabilidade superior e um valor tido como verdadeiro. A partir disso, é possível determinar o erro de medição associado ao instrumento e corrigi-lo nas medições seguintes. 

Quando uma empresa vende um serviço de calibração de bombas, ela ajusta a vazão solicitada e te entrega um certificado reportando: esta bomba está calibrada na vazão de 2L/min, por exemplo. Isso não traz nenhuma utilidade, pois qualquer alteração que aconteça com o instrumento como transporte e manutenção poderá alterar a vazão e seria necessário repetir o ajuste realizado. 

Por outro lado, existem laboratórios que realizam ensaio de desempenho ou performance de bombas, neste caso, eles não entregam um relatório de calibração e sim um relatório de ensaio. Com este relatório tem-se uma visão do estado do equipamento e se ele consegue manter a vazão constante. A periodicidade da realização deste ensaio é determinada de acordo com o uso do equipamento e com a identificação de variações da vazão. Não há nenhuma norma que indique qual a periodicidade deste ensaio para bombas de amostragem. 

O procedimento que realmente deve ser sempre realizado antes e depois de cada evento de amostragem é a aferição da vazão. Caso haja uma variação na vazão maior que 5% entre o início e fim da coleta é um indício que a bomba pode estar precisando de manutenção e que a amostra coletada deve ser descartada. 

 

A Analytics Brasil além de realizar análises químicas para higiene ocupacional, atentando aos melhores métodos de amostragem de acordo com as necessidades de sua empresa, orientando quanto ao melhor tipo de amostragem, também realiza serviços de assessoria e consultoria em higiene ocupacional, além de oferecer cursos e palestras de cunho educativo sobre higiene ocupacional. Contate-nos e saiba mais!


Compartilhe:

Av. Bernardo Monteiro, 971 - 10 andar, Funcionários - Belo Horizonte /MG

(31) 4063-9493 | 3146-9493

(31) 99725-4404

comercial@analyticsbrasil.com.br