(31) 4063-9493 | 3146-9493     comercial@analyticsbrasil.com.br

    • (31) 98472-2949

Tamanho dos Aerodispersóides para Metais

Por:Analytics Brasil
Análises Químicas | Higiene Ocupacional

08

mar 2019

Em mais um artigo da série Analytics Responde você irá compreender um pouco mais sobre o Tamanho dos Aerodispersóides para Metais. A principal discussão é: Para os metais descritos na NR15 em qual fração do aerodispersóide eu devo coletar?

Acompanhe o artigo!

O que são Aerodispersóides?

Os aerodispersóides são partículas sólidas ou líquidas, suspensas ou dispersas no ar. Os aerodispersóides são tratados como agentes químicos e recebem atenção especial na higiene ocupacional, pois dependendo de sua concentração e tamanho das partículas, eles representam sérios riscos à saúde dos trabalhadores.

Os aerodispersóides podem ser classificados em névoas, neblinas, fumos e poeiras.

Dispersóide do tipo Fumos

Assim como ocorre com a neblina, os fumos também são originados da condensação de vapores. Os fumos são classificados como metálicos quando são provocados no momento que o metal é aquecido, como nos processos de soldagem das empresas

A poeira pode ser gerada através de escavações, serviços de lixamento, explosões ou perfurações, ou seja pela ruptura mecânica de materiais sólidos por meio de aplicação de uma força, como nos exemplos de processos anteriormente mencionados.

Tipos de particulados

Primeiramente vamos compreender o que são as frações do particulados que estão especificados no anexo 6 da ACGIH. Segundo a classificação física dos agentes químicos da ACGIH há 3 tipos de frações de particulados:

Particulados inaláveis: podem ser depositados em qualquer parte do trato respiratório.

Particulados torácicos: podem ser depositados em qualquer parte das vias aéreas dos pulmões e região de troca de gases.

Particulados respiráveis: depositam-se na região de troca de gases.

A ACGIH específica para cada um dos metais o tipo de aerodispersóide que deve ser coletado. No caso do óxido de ferro na operação de solda com aço, por exemplo, o óxido de ferro é respirável e por isso deve-se utilizar ciclones de alumínio ou nylon como seletor de partículas.

Portanto, para partículas respiráveis utilize ciclones de alumínio ou de nylon como seletor de partículas.

No caso de metais, o níquel tem uma fração que pode ser considerada inalável e por isso deve-se utilizar um seletor de partículas inaláveis para coletá-lo, como o IOM.

Portanto, para particulados inaláveis, utilize como seletor de partículas o IOM.

Na NR15 qual tipo de seletor eu aplico e qual fração utilizo para os metais?

A NR15 foi criada em 1977 e publicada em 1978, nesta época não tinha as definições dos tamanhos de aerodispersóides, que surgiram mais recentemente. Se você está trabalhando com o manganês presente no anexo 12 da NR15, ele deve ser coletado como “fração total”, com cassete de face fechada, já que não tem nenhuma especificação e ainda não existia os seletores de partículas.

Se você tem uma operação que pode ser gerado tanto particulados inaláveis quanto particulados respiráveis, colete as duas frações, pois na NR15 não existe esta especificação e na ACGIH ao ler a base do TLV é nítida a importância de se coletar as duas frações, isto se você está fazendo um trabalho preventivo, pois legalmente penas a coleta com cassete de face fechada seria suficiente.

A Analytics Corporation está entre o seleto grupo de laboratórios acreditados, cuja competência é reconhecida para todos os testes realizados. A Analytics é auditada por várias agências, incluindo a AIHA (#175, ID 100531), o Estado da Virgínia (representado pela NELAC – National Environmental Laboratory Accreditation Council), o Estado de Nova York e empresas clientes como a Dow Chemical, General Motors e Boeing.

Para saber mais sobre reconhecimento de riscos e sobre Higiene Ocupacional não deixe de curtir as redes sociais da Analytics Brasil!

Confira o vídeo completo, disponível no Youtube, sobre os Tamanhos dos Aerodispersóides para Metais:

 


Compartilhe:

Av. dos Andradas 3323 - Sala 1108/1109, Santa Tereza - BH/MG

(31) 4063-9493 | 3146-9493

(31) 98472-2949

comercial@analyticsbrasil.com.br