(31) 4063-9493 | 3146-9493     [email protected]

    • (31) 99725-4404

Você sabe o que é higiene ocupacional?

Por:Redator Analytics Brasil
Higiene Ocupacional

09

mar 2018

A higiene ocupacional é a ciência responsável por antecipar, reconhecer, avaliar e controlar agentes ou processos produtivos utilizados que podem colocar em risco a saúde e integridade de colaboradores em seu ambiente de trabalho. Nesta postagem reunimos tudo o que você precisa saber sobre higiene ocupacional!

E não se esqueça: curta nossa FanPage para ficar por dentro de todas as dicas e novidades!

 

Objetivos da higiene ocupacional

A higiene ocupacional tem como objetivo prevenir, reconhecer, avaliar e controlar os riscos que podem ocasionar doenças ocupacionais no ambiente de trabalho. Ela é dividida em quatro etapas, sendo elas: a antecipação do risco, o reconhecimento do risco, a avaliação do risco e o controle do risco.

A antecipação do risco é feita para avaliar riscos potenciais e estabelecer medidas preventivas para que tal risco não se torne uma realidade. O reconhecimento do risco é responsável pela identificação dos riscos ambientais que podem afetar a saúde e integridade dos colaboradores. Nesta fase, realiza-se um estudo aprofundado sobre as matérias-primas, produtos e subprodutos, métodos e procedimentos de rotina, processos produtivos, instalações e equipamentos existentes.

Na etapa de avaliação do risco, é dado início a avaliação quantitativa dos riscos, levando em consideração os limites de tolerância estabelecidos por normas de segurança. Já o controle do risco é associado à minimização ou eliminação dos riscos, antecipados e reconhecidos no ambiente de trabalho.

Compartilhe seu post e marque seus amigos!

O que são riscos ocupacionais?

Riscos ocupacionais são possíveis danos à saúde de colaboradores em seu ambiente de trabalho. Os riscos ocupacionais são divididos em: riscos físicos, químicos, biológicos, acidente e ergonômicos.

Riscos físicos

Riscos físicos são aqueles gerados por máquinas ou condições físicas do ambiente de trabalho, como ruídos, vibrações, radiações ionizantes e não ionizantes, frio, calor, pressões anormais e umidade.

Riscos químicos

Riscos químicos são caracterizados por danos derivados de substâncias químicas em seu estado líquido, sólido ou gasoso que, quando absorvidos pelo organismo, podem causar reações tóxicas para o colaborador. Alguns exemplos são poeiras, fumos, névoa, neblinas, gases, etc.

Riscos biológicos

São eles causados por microrganismos capazes de causar doenças devido à contaminação e pela natureza do trabalho. Podemos citar vírus, bactérias, protozoários, fungos, parasitas e bacilos.

Riscos de acidentes

Riscos de acidentes ocorrem em função das condições físicas do ambiente, físico de trabalho, e tecnológicas impróprias que colocam em risco a saúde e integridade do trabalhador, como arranjo físico inadequado, máquinas e equipamentos sem proteção, ferramentas inadequadas ou defeituosas, etc.

Riscos ergonômicos

São eles provenientes do mau uso das técnicas de ergonomia a qual estabelece parâmetros que permitem a adaptação das condições de trabalho às características psicofisiológicas dos trabalhadores, de modo a proporcionar o máximo de conforto, segurança e desempenho eficiente. Podemos exemplificar com o esforço físico intenso, levantamento e transporte manual de peso, exigência de postura inadequada, etc.

A Analytics Brasil trabalha com análises químicas para promover uma melhor higiene ocupacional. Contate-nos e saiba mais!

Ficou alguma dúvida? Deixe seu comentário!

Referências Bibliográficas

Artigo “Segurança do Trabalho” – Rede E-Tec, MEC-GOV

Programa 127 – Normas de Higiene Ocupacional – Fundacentro


Compartilhe:

Av. Bernardo Monteiro, 971 - 10 andar, Funcionários - Belo Horizonte /MG

(31) 4063-9493 | 3146-9493

(31) 99725-4404

[email protected]