(31) 4063-9493 | 3146-9493     comercial@analyticsbrasil.com.br

Preciso fazer a calibração das bombas entre as trocas de amostras?

Por:Analytics Brasil
Análises Químicas | Analytics Brasil

06

jun 2019

Neste artigo vamos responder uma dúvida muito frequente que chega através dos nossos principais canais de comunicação: Imagine que você precisa fazer a coleta de um agente com média ponderada no tempo, ou seja, cumprir 6h, 7h ou até 8h de coleta deste agente, mas é preciso utilizar vários tubos para realizar a coleta.

A pergunta é: Preciso fazer a calibração da bomba entre as trocas de tubos durante a coleta de um agente químico?

Acompanhe o nosso artigo e saiba mais!

Não se esqueça de curtir a nossa FanPage e ficar por dentro de todas as dicas e novidades!

O que é uma calibração?

A calibração é um procedimento que visa encontrar o erro presente no equipamento, ou seja, é necessário comparar os resultados de medição do instrumento com uma referência tida como verdadeira e, se houver grandes distorções, o equipamento é enviado para manutenção. Essa calibração é determinada conforme a utilização do equipamento.

Por isso o que é feito antes e depois da amostragem é a aferição do equipamento, mas nesse caso vamos continuar chamando de calibração, pois foi assim difundido no nosso meio.

Saiba mais sobre Periodicidade de Calibração e Equipamento para a área de saúde e segurança do trabalho, neste artigo.

A calibração da bomba deve ser feita entre as trocas das amostras?

O ideal seria fazer a calibração, pois você poderia checar em cada etapa da troca se houve essa variação ou não  e, a partir daí, seria possível identificar onde está o problema. Entretanto, este processo é impraticável no nosso dia a dia, por isso, eu Leandro Magalhães, não recomendo você fazer isso.

Faça a coleta normal trocando os tubos durante a jornada e faça a verificação da vazão ao final; se a variação da vazão foi menor do que 5% está tudo ok e você pode aproveitar todas as amostras.  O grande problema deste método é que não é possível identificar em qual momento a variação ocorreu.

Se o resultado foi acima de 5% você terá que descartar todas as suas amostras, porque houve uma variação muito grande da vazão e não há um volume que possa ser confiável.

A Analytics Brasil além de realizar análises químicas para higiene ocupacional, atentando aos melhores métodos de amostragem de acordo com as necessidades de sua empresa, orientando quanto ao melhor tipo de amostragem, também realiza serviços de assessoria e consultoria em higiene ocupacional, além de oferecer palestras de cunho educativo sobre higiene ocupacional. Contate-nos e saiba mais!

Para saber mais sobre reconhecimento de riscos e sobre Higiene Ocupacional não deixe de curtir as redes sociais da Analytics Brasil!

Confira o vídeo completo, disponível no Youtube: Preciso fazer a calibração das bombas entre as trocas?


Compartilhe:

Av. dos Andradas 3323 - Sala 504, Santa Tereza - BH/MG

(31) 4063-9493 | 3146-9493

comercial@analyticsbrasil.com.br